Todos nós podemos nos afogar, mesmo aqueles que sabem nadar, pois os fatores que levam ao afogamento são adversos, tal como uma enchente, inundação, e até brincadeiras imprudentes.

Alguns materiais como barcos, pranchas, boias, pedaços de madeira, etc. boiam, podendo auxiliar num salvamento.

Primeiros Socorros

  1. Constate a ocorrência real de possível afogamento.
  2. Providencie um barco, um bote, uma corda ou qualquer outro material que te leve até a vítima, caso você não disponha de nenhum desses materiais, e for um bom nadador, preste socorro adequadamente.
  3. Verifique a existência ou não de correnteza ou de água agitadas.
  4. É importante verificar se a vítima está inconsciente ou se debatendo, pois você está lá para socorrer e não se tornar mais uma vítima.
  5. Ao chegar perto da vítima procure sempre segurá-la por trás, dificultando que ela te agarre, pois devido ao pânico ela pode dificultar o resgate.
  6. Na margem, se a vítima estiver consciente, basta acalmá-la e aquecê-la, se possível. Porém a avaliação de um especialista, sempre é muito importante.
  7. Caso a vítima esteja inconsciente, é bem provável que sua pele esteja roxa, tenha ausência de respiração e pulso.
    1. Verificar a existência de corpos estranhos dentro da boca; Colocar a vítima deitada e com a cabeça voltada para o lado para deixar que a água em sua boca saia.
    2. Iniciar a respiração boca-a-boca e a massagem cardíaca.
    3. Encaminhá-la ao hospital assim que possível